Artigos

Onde fica o coletor menstrual?

Pinterest LinkedIn Tumblr

Muitas mulheres ainda têm dúvidas quando o assunto é a higiene durante o período menstrual, especialmente quando se trata do uso do coletor menstrual, também conhecido como copo.

Uma das dúvidas que mais permeiam o assunto é: “onde fica o coletor menstrual?” e este artigo vai te explicar de forma simples a localização desse protetor dentro do corpo feminino.

Um pouco sobre o coletor menstrual

Antes de falarmos sobre a maneira correta de se usar o coletor, é importante destacarmos um pouquinho de sua finalidade.

O coletor menstrual, também chamado de copo menstrual, surgiu como uma alternativa aos absorventes comuns tanto os internos, como externos, isso porque é mais confortável, econômico e ecológico.

É feito de silicone e tem o formato de uma taça. Quando inserido no canal vaginal, se encaixa no colo do útero fazendo a coleta do sangue menstrual, armazenando de forma prática, sem a necessidade do uso de outros tipos de protetores.

Fácil de ser usado, se destaca dos demais absorventes pelo fato de não deixar cheiros, já que o sangue não entra em contato com o ar, não havendo assim, a oxidação. Ele mantém a umidade natural do canal vaginal por ser simples de colocar e tirar.

Ainda que possua diversos benefícios, é fundamental saber escolher o modelo de acordo com a intensidade do fluxo menstrual e a altura do colo do útero para que seja possível armazenar o sangue de maneira adequada.

Também é de extrema importância que a troca ocorra em torno de 8 a 12 horas de uso e esteja bem encaixado para evitar vazamentos.

Qual a maneira correta de se colocar o coletor menstrual?

A falta de conhecimento do próprio corpo, faz com que grande parte das mulheres ainda se sintam constrangidas a aprender e se adaptar a outros meios de proteção no período menstrual.¹

Alguns estudos realizados, mostram que não saber utilizar o coletor menstrual é em parte responsabilidade da área da saúde que em comparação aos outros métodos, como os absorventes internos e externos, é carente de divulgação e distribuição. ¹

Ao comprar um coletor menstrual, normalmente você receberá também um pequeno manual de instruções para a orientação, e é fundamental higienizar as mãos antes de inserir o dispositivo no corpo.

Tanto colocar como retirar o coletor é uma tarefa de apenas alguns segundos, mas demanda atenção por se tratar de uma área extremamente sensível.

É por meio de uma posição confortável, podendo ser em pé, sentada ou até mesmo agachada que o coletor deve ser inserido. Com o tempo ficará mais fácil de se adaptar a posição ideal, já que cada mulher tem a sua.

O mais importante na hora de inserir o coletor é tentar relaxar ao máximo, isso porque quando a mulher se sente tensa a musculatura tende a ficar mais rígida e isso pode dificultar um pouco o processo.

Por ser feito de silicone, permite ser dobrado de diversas maneiras na hora da inserção no canal vaginal e você é quem irá decidir de que forma irá dobrar.

O coletor deve ser colocado na direção horizontal do ânus e precisa ficar inteiramente dentro do canal vaginal, isto é, aproximadamente a 1 cm da entrada da vagina. É fundamental que o cabinho, também conhecido por haste, fique para fora.

Após ser totalmente inserido você não sentirá nenhum incômodo e por se instalar em uma posição mais baixa que um absorvente interno, será mais fácil de ser retirado.

Como retirar o coletor menstrual?

Retirar o seu coletor menstrual é ainda mais simples do que colocá-lo. Para isso, as mãos precisam estar devidamente higienizadas, assim como na hora em que você o colocou.

A retirada do coletor deve ser realizada pela base, ou seja, por intermédio da haste ou cabinho, você encontrará a base do coletor. No entanto, ela não deve ser puxada e sim apertada para que o vácuo seja extraído e o coletor retirado com delicadeza.

Uma dica é usar a força da musculatura vaginal para empurrar o produto para baixo de modo que ele saia naturalmente e sem dores.

Tanto a colocação quanto a retirada do coletor não deve ser seguida de dores nem vazamentos, quando isso acontece é porque foi colocado de maneira incorreta ou mal posicionado. ²

Como deve ser a higienização do coletor menstrual?

Após a retirada, esvazie e lave com água e sabão neutro. Somente depois disso, você pode recolocá-lo. Toda vez que a troca for feita, deverá passar pelo processo de higienização.

O coletor pode ser usado durante o período noturno, ou seja, enquanto você dorme, porém deve se atentar ao tempo máximo de 12 horas ou dependerá da quantidade do fluxo que varia de mulher para mulher.

O silicone é hipoalergênico e por esse motivo facilita muito a limpeza. É fundamental lavar e enxaguar bem a cada troca, e no fim de cada ciclo é recomendado que o coletor seja fervido por pelo menos 5 minutos para a esterilização. O mesmo deve ser feito quando iniciar um novo ciclo.

Principais benefícios do uso do coletor menstrual

Agora que você já sabe onde fica o coletor menstrual depois de inserido, é o momento de saber os principais benefícios do seu uso. São eles:

  • Maior economia: o coletor além de ser reutilizável, ainda pode durar por no mínimo, 5 anos, evitando que você compre diversos pacotes de absorventes em todos os ciclos;
  • Conforto e praticidade: quando utilizado de maneira correta, o coletor não causa nenhum tipo de desconforto ou dor. Além disso, no que diz respeito à praticidade é uma ótima opção tanto para levar na bolsa, pois ocupa pouco espaço, quanto para a higienização que é feita de maneira simples com água e sabão;
  • Mais liberdade: com o uso do coletor você pode praticar todo tipo de esporte, incluindo a natação. O coletor é discreto e não vaza;
  • Mantém o PH vaginal equilibrado: o coletor não aumenta o nível de proliferação de bactérias, por esse motivo, a flora vaginal é preservada e não há risco de infecções e alterações no PH vaginal.

Com todas as informações apresentadas, ficou claro onde fica o coletor menstrual e a maneira correta de utilizá-lo. Se você ainda tem dúvidas, não esqueça de comentar!


Referências

  1. DIAS, Vitória Caroline; DIAS,Maria Regina. “Coletor menstrual: uma análise à luz do metaprojeto”. [Disponível em: [https://www.researchgate.net/publication/325138359_Coletor_menstrual_uma_analise_a_luz_do_metaprojeto]
  2. ZANOLA, Fernanda; FERREIRA, Ana; VIEIRA, Lucas; LEME, Paulo. “Por dentro do copinho: um estudo sobre o consumo de coletores menstruais.” 2019 [Internet]. [Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/331591392_Por_dentro_do_copinho_um_estudo_sobre_o_consumo_de_coletor_menstrual]

Formada em Letras, pedagogia e artes visuais. Escreve desde a adolescência e acredita que palavras modificam as pessoas e mudam o mundo.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.