Artigos

Menstruação com coágulos é normal?

Saber se a menstruação está normal é uma preocupação frequente entre nós, mulheres.
Pinterest LinkedIn Tumblr

Como não ficar aflita quando o aspecto da nossa “visitinha mensal” começa a mudar? E o certo é estar sempre atenta mesmo!

Algumas características no sangramento uterino são consideradas normais, mas dependendo de alguns sinais, podem indicar que algo está errado. O mesmo se aplica à menstruação com coágulos!

Pensando nisso, vamos esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto! <3

O que é uma menstruação “normal”?

Uma menstruação considerada “normal” é aquela em que o fluxo menstrual médio dura de 3 a 8 dias, com uma perda sanguínea de 30 a 80 ml. O ciclo médio varia entre 24 e 34 dias (não é preocupante se for um ou dois dias a mais ou a menos, ok? É questão puramente semântica!)¹.

Portanto, uma menstruação “fora de normal” é aquela que apresenta alteração em uma ou mais dessas três características, como, por exemplo, um sangramento excessivo em duração, freqüência ou quantidade¹.

Então, menstruação com coágulos não é normal?

Nesse caso, o sangue menstrual forma coágulos porque provavelmente a perda de sangue é maior que o normal¹. Mas, calma! O importante é que você observe se sua menstruação com coágulos é recorrente e, caso sim, você deve procurar um ginecologista para garantir que esteja tudo bem.

Dica: não há uma forma de medir literalmente a perda de sangue, mas você pode ficar atenta à troca de absorventes para ter uma ideia do volume do seu fluxo de sangue.

Além de cuidar a frequência dos coágulos e a quantidade de sangue do seu fluxo menstrual, observe outros aspectos. Se você notar que seus sangramentos não seguem as características que mencionamos serem comuns, pode ser um indicativo de que algo não está certo.

Alguns exemplos de distúrbios menstruais, que incluem todos os fatores citados, são:

  • Hipermenorréia: refere-se ao sangramento prolongado, acima de oito dias, ou quantidade excessiva, maior que 80 ml, ou à associação de ambos. O volume excessivo é também denominado menorragia¹.
  • Hipomenorréia: caracteriza um fluxo de duração menor que três dias, ou quantidade inferior a 30ml, ou à associação dos dois quadros¹.
  • Polimenorréia: caracteriza um ciclo cuja freqüência é inferior a 24 dias¹.
  • Oligomenorréia: refere-se a ciclos que ocorrem com intervalos acima de 35 dias¹.
  • Metrorragia: é o sangramento uterino que ocorre fora do período menstrual¹.
  • Menometrorragia: é o sangramento que ocorre durante o período menstrual e fora dele. Começa como uma hipermenorréia ou menorragia e, com o evoluir, transforma-se em menometrorragia¹.

Levando tudo isso em consideração, lembre-se que isso não é um diagnóstico mas, sim, informação. Nosso conselho é que procure um médico ginecologista para analisar seu caso. Ele vai esclarecer todas as suas dúvidas e, se necessário, começar um tratamento!

Esperamos ter te ajudado! Sempre que surgir alguma dúvida, conte com a gente aqui no site temos muitos conteúdos e damos várias dicas! <3


Referências:

  1. Machado, LV. Sangramento Uterino Disfuncional. Arq Bras Endocrinol Metab, 2001. [Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abem/v45n4/a10v45n4.pdf].
  2. Mendes, GD; Mendes, FD; Domingues, CC; Oliveira, RA de; Silva, MA da; Chen, LS; et al. Comparative bioavailability of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers. Int J Clin Pharmacol Ther. 2008

Estudante de medicina e futura ginecologista. Sou apaixonada por assuntos relacionados a saúde da mulher e quero compartilhar com vocês tudo que estou aprendendo e estudando.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.