Artigos

Como escolher o tamanho do coletor menstrual?

Pinterest LinkedIn Tumblr

É cada vez mais comum nos depararmos com as novidades que surgem para o público feminino, especialmente quando o assunto é a saúde íntima da mulher.

O coletor menstrual já não pode ser considerado algo tão novo, levando em consideração que ele chegou no Brasil, no ano de 2010.¹ No entanto, ainda existem muitas dúvidas quando o assunto é ele.

Grande parte das mulheres ainda não utilizam o coletor menstrual, pois encontram dificuldades para escolher o tamanho correto,² isso porque, não são todas que conhecem a anatomia do próprio corpo.

Para que o coletor se adapte corretamente ao corpo feminino e não cause dores, incômodos e vazamentos, deve ser inserido e retirado de maneira correta, com isso, as chances de algo sair fora do esperado são pequenas.

Entretanto, o que a maioria das mulheres se questionam é sobre o tamanho que o coletor deve ter. Porém, a grande verdade é que não existe uma dimensão ideal, aquela perfeita só para você.

É claro que tendo a noção de como o seu corpo funciona e sabendo sobre a intensidade do seu ciclo, a escolha pode ser ainda mais precisa e confortável. Contudo, caso você utilize um tamanho inferior ou maior que o de costume, não há problema algum.

Você quer saber mais sobre os tamanhos e como escolher o que melhor se adequa ao seu corpo? Acompanhe a leitura até o fim!

Como escolher o tamanho do coletor que melhor se adapta para você?

O coletor menstrual, também chamado de copinho, possui 3 principais tamanhos no mercado. A indicação da escolha é baseada na tonicidade da musculatura pélvica que, durante o tempo, sofre alterações de maneira natural.

A perda de elasticidade pode acontecer devido ao envelhecimento, a preparação que o corpo faz durante a gestação para receber o bebê e até mesmo a prática de exercícios físicos que podem influenciar de maneira direta na musculatura.

Por essa razão, vamos mostrar um pouco da recomendação de cada tamanho:

  • Coletor Menstrual Tipo 1: é recomendado para as mulheres com mais de 30 anos de idade e que já tenham passado por uma gestação. Tem 46mm de diâmetro e 82 mm de comprimento. Indicado para um fluxo mais intenso por ter a capacidade de 28ml;
  • Coletor Menstrual Tipo 2: indicado para as mulheres com menos de 30 anos de idade e sem filhos. Com 40mm de diâmetro e 33mm de comprimento, é voltado para fluxo moderado com a capacidade de 25ml;
  • Coletor Menstrual Menor: voltado para canais vaginais mais estreitos, colo de útero baixo, adolescentes virgens, mulheres com problemas de ressecamento vaginal, pré-menopausa, recuperação de reconstrução vaginal ou que se encontram em um período pós parto e processo de amamentação. Possui 39mm de diâmetro e 63mm de comprimento, a capacidade é de 12,5ml, isto é, recomendado para ciclos menores.

Para entender um pouco mais sobre os fatores destacados, como já foi mencionado, é importante que você conheça sobre a anatomia do seu corpo.

Dicas para escolher o tamanho do coletor menstrual

O fato da anatomia do corpo feminino ser tão desconhecida pelas mulheres em geral, é porque os tabus e as restrições sobre o assunto são muito grandes, desde os tempos mais antigos.²

Estudar o próprio corpo traz uma série de vantagens que vão muito além do uso do coletor. Saber mais sobre o período menstrual e todas as alterações que ele provoca é, antes de qualquer coisa, ter carinho e respeito por si mesma.

Altura do colo de útero

Uma dica interessante para saber qual o tamanho de coletor é o indicado para você, é conhecer a altura do colo do útero. Se você já teve dificuldades no momento de inserir um absorvente interno, por exemplo, as chances do seu colo de útero ser baixo são grandes.

Por esse motivo, é fundamental manter as consultas com o ginecologista em dia para compreender essa questão. Saber se o seu colo do útero é baixo, médio ou alto é muito importante, porém também pode ser medido em casa. Atente-se as instruções:

  • Higienize as mãos;
  • Retire os anéis;
  • Coloque-se em uma posição confortável. É recomendado que seja na vertical, já que favorece um posicionamento natural do colo do útero;
  • Insira com cautela o seu dedo médio no canal vaginal, de maneira lenta e em direção a barriga, até sentir uma barreira que não permita mais que o dedo seja empurrado para dentro. Neste momento você estará tocando o colo de útero;
  • Quando você sentir o colo, analise o quanto seu dedo conseguiu entrar. Caso ele tenha alcançado apenas a primeira articulação do dedo, provavelmente você tem o colo baixo. Se atingiu até a segunda, ele deve ser médio. Entretanto, se alcançou a marca da terceira articulação, seu colo de útero é alto.

É fundamental ter cuidado ao realizar esse processo em casa. Os movimentos devem ser feitos com calma e sem pressionar a parede do canal vaginal para que não ocorra lesões.

Intensidade do fluxo menstrual

Outro fator determinante para a escolha do tamanho ideal do seu coletor menstrual é a intensidade do seu fluxo. Cada tipo de copo possui uma capacidade e ela tem como base o volume da menstruação.

A escolha do tamanho do coletor por meio da intensidade do fluxo é apenas uma sugestão, isso porque caso você utilize um tamanho menor, poderá trocá-lo com mais frequência e no caso de tamanhos menores, pode dispor de um tempo maior de troca, por exemplo.

Se o seu fluxo for mais intenso, enquanto a capacidade do copo for menor, será fundamental esvaziá-lo de forma frequente, evitando vazamentos. Agora, se o seu fluxo for leve e você utilizar uma capacidade além do recomendado, poderá usá-lo por um intervalo maior.

Mulheres virgens

Uma outra preocupação constante, é sobre o tamanho indicado em caso de virgindade.

Se você é virgem, o recomendado é começar com o copo para fluxo leve, ou seja o de menor tamanho, por causa do não rompimento do hímen. Os coletores menstruais maiores podem causar certos incômodos. ³

Entretanto, não há nenhum tipo de estudo que reprima o uso do copo coletor em caso de virgindade.

Conhecer o corpo é fundamental no momento da escolha do coletor menstrual. O mais importante é optar pelo tamanho que irá deixá-la mais confortável e permitir que as atividades rotineiras sejam realizadas sem a presença de incômodos no canal vaginal.

Apesar de existirem tamanhos disponíveis do mercado que facilitam essa discussão, o fundamental é utilizar um que melhor se adapte ao seu corpo, mesmo que não seja aparentemente o tamanho ideal.

Para ficar por dentro desse tipo de assunto, continue ligada nos próximos artigos e não se esqueça de comentar!


Referências

  1. Souza, A.;SARDENBERG, CECÍLIA; Cruz, I.. Introduzindo o primeiro produto menstrual que não absorve nada: coletores menstruais e transformações nas ordens prático-simbólicas da menstruação. 2019. Dissertação (Mestrado em Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminismo) – Universidade Federal da Bahia. [Disponível em: https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/32194/1/Leticia%20Wons%20-%20Dissertacao%20Coletores%20Menstruais.pdf]
  2. DIAS, Vitória Caroline; DIAS,Maria Regina. “Coletor menstrual: uma análise à luz do metaprojeto”. [Disponível em: [https://www.researchgate.net/publication/325138359_Coletor_menstrual_uma_analise_a_luz_do_metaprojeto]
  3. Maron CSO. Você usaria coletor menstrual. iSaúdeBahia. [Disponível em: http://www7.bahiana.edu.br/jspui/bitstream/bahiana/213/1/Voc%C3%AA%20usaria%20coletor%20menstrual.pdf]

Formada em Letras, pedagogia e artes visuais. Escreve desde a adolescência e acredita que palavras modificam as pessoas e mudam o mundo.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.